12 março 2016

MP deve denunciar Aécio por corrupção em Furnas

Edilson Rodrigues: <p>Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza sabatina interativa de indicados para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). À bancada, senador Aécio Neves (PSDB-MG). Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado</p> 
Minas 247 – O senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve ser denunciado pelo esquema de corrupção em Furnas, que teria sido operado pelo ex-diretor Dimas Toledo, indicado por ele para uma diretoria da estatal no governo FHC e mantido pelo ex-presidente Lula até 2005.
Quem informa é a jornalista Vera Magalhães, na coluna Radar:
O que Delcídio falou
Há duas menções a Aécio Neves na delação premiada de Delcídio do Amaral (PT-MS). Na mais detalhada delas, o senador aponta intervenção do tucano, então governador de Minas, para ocultar dados da quebra de sigilo do Banco Rural, que demoraram a ser enviados à CPI dos Correios, em 2005. A outra diz respeito a um suposto esquema do tucano em Furnas.
Agora vai?
Quem viu os depoimentos não tem dúvida de que o Ministério Público Federal pedirá abertura de inquérito contra Aécio. Citações anteriores a ele foram arquivadas por Rodrigo Janot.
Numa terceira nota, Vera, que é casada com Otávio Cabral, que atuou na campanha de Aécio, ela publica a versão do senador, que diz desconhecer tais citações de Delcídio e "a que interesses elas servem". Sobre Furnas, ele diz ser denúncia "requentada".
Até agora, Aécio já foi citado por cinco delatores delatores da Lava Jato e Janot vem sendo questionado por, supostamente, blindar o presidente nacional do PSDB. Todo cuidado é pouco, porque os dois partidos de maior corrupção do país é o PSDB - 45 e o PMDB - 15.

Nenhum comentário:

Postar um comentário