02 novembro 2016

Marcelo Odebrecht fica na prisão até o fim de 2017

 
O Ministério Público Federal e a defesa de Marcelo Odebrecht, ex-presidente do grupo que leva o nome da família, chegaram a um acordo sobre um dos principais pontos da delação premiada d executivo: quanto tempo ele ficará atrás das grades. Odebrecht continuará preso em regime fechado até dezembro de 2017, diz reportagem da Folha de S.Paulo
A pena total deve ser de dez anos, com dois e meio em regime fechado. 
Delação de Marcelo e dos executivos do grupo atinge todo o sistema político, incluindo Michel Temer, que pediu R$ 10 milhões no Jaburu e o chanceler José Serra que recebeu R$ 23 milhões numa conta secreta na Suíça.
"Marcelo está preso desde junho do ano passado no Paraná sob suspeita de envolvimento no esquema de desvios da Petrobras. Esse período de um ano e quatro meses será descontado da pena total, de acordo com pessoas ligadas às negociações.
A partir de dezembro de 2017, portanto, o empresário entraria em progressão de regime, cumprindo pena no semiaberto e aberto, inclusive o domiciliar.
No começo de outubro, a Folha revelou que as autoridades da Lava Jato apresentaram proposta para que ele cumprisse pena de quatro anos em regime fechado.
A defesa do ex-executivo, no entanto, conseguiu negociar a redução da punição, alegando que era muito rígida diante do conteúdo apresentado pelo empresário, envolvendo políticos de alto calibre e contratos públicos de valores elevados."

Nenhum comentário:

Postar um comentário