27 abril 2017

JESUS FALA AS COISAS DE DEUS

A origem divina de Jesus permitiu-lhe falar das coisas de Deus com uma autoridade desconhecida. Até então, os sábios e doutores de seu tempo limitavam-se a interpretar as Escrituras, buscando-lhes sentidos ocultos. Nesse afã, acabavam por complicar tanto a Palavra de Deus a ponto de pensarem que somente um pequeno grupo de privilegiados estavam em condições de compreendê-la e praticá-la.
Jesus rompeu com este esquema e se declarou apto para dar testemunho de tudo quanto viu e ouviu do Pai. Ele não era rabi no sentido tradicional, e sua relação com as Escrituras era de total liberdade. Sua Palavra era a Palavra de Deus, comunicada à humanidade, sem necessitar de interpretações casuísticas e sofisticadas. Por outro lado, Jesus falava pela força do Espírito que lhe fora comunicado pelo Pai.
Assim sendo, quem quisesse ter acesso à Palavra de Deus, em sua integridade, sem as deformações das interpretações humanas, necessitava recorrer a Jesus. Esta Palavra era penhor de vida, por colocar no caminho de Deus, quem se abrisse para ela. Pelo contrário, quem se fechasse à Palavra de Jesus e a recusasse, deveria pôr-se de sobreaviso, pois pesava sobre ele a ira de Deus. Isso por que fechar-se para Jesus redundava em fechar-se para Deus.  E dar as costas à Palavra de Jesus corresponde a dar as costas para Deus. O discípulo precisa ponderar isto com cuidado. E o Nosso testemunho é a melhor prova a ser dada ao mundo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário