28 abril 2017

O MILAGRE DA PARTILHA

O mistério pascal produz seus frutos, quando a presença do Ressuscitado abre o coração do cristão para o amor e a partilha. Este é, sem dúvida, o maior milagre que o Senhor realiza na vida dos discípulos.
Jesus foi ensinando a lição da partilha amorosa, ao longo do seu ministério. O milagre da multiplicação dos pães insere-se neste projeto de formação para o discipulado.
Tudo começou com a preocupação de Jesus em relação à multidão faminta. Os discípulos foram envolvidos e desafiados a encontrar uma solução que atingisse a todos e não apenas um pequeno grupo. Jesus foi informado de que um rapaz trazia consigo cinco pães e dois peixes, e aceitava colocar esta pequena porção de alimento a serviço de todos. Por isso, começou a distribuir os pães e os peixes, e todos comeram à saciedade. Cada qual procurava partilhar do seu pouco com os demais. Teria bastado uma pequena dose de egoísmo e de incapacidade de partilhar para que o milagre não acontecesse.
Os primeiros cristãos logo compreenderam a exigência da partilha como dimensão necessária de sua fé. A celebração eucarística tornou-se símbolo deste projeto de vida. O Senhor, que se dá no pão eucarístico, aponta para a exigência de partilha com que se defronta a comunidade de fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário