14 abril 2017

Reconheçamos no rosto de Cristo o sofrimento de muitos!

Reconheçamos no Cristo Crucificado a nossa humanidade pobre, esfacelada, pisoteada. "Era desprezado como o último dos mortais, homem coberto de dores, cheio de sofrimentos; passando por ele, tapávamos o rosto; tão desprezível era, não fazíamos caso dele". (Isaías 52, 3).

Nenhum comentário:

Postar um comentário