07 maio 2017

Moro pede a apoiadores: fiquem em casa no dia 10

Em vídeo divulgado na noite deste sábado nas redes sociais, o juiz Sergio Moro pediu que os apoiadores da Lava Jato não saiam às ruas no dia 10 de maio, data do depoimento do ex-presidente Lula.
"Não é necessário, não quero que ninguém se machuque", disse Moro, em vídeo postado na página Eu MORO com ele, administrada por sua esposa Rosângela Moro.
"Deixem que a Justiça faça o seu trabalho", disse ainda o juiz.
No campo adversário, a mobilização dos grupos que apoiam o ex-presidente Lula está mantida e deve levar 30 mil pessoas a Curitiba, mesmo depois do adiamento em uma semana.
"Esse é um jogo de uma torcida só", diz Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Segundo ele, a sociedade já percebeu que Lula é alvo de perseguição política, midiática e judicial – e também os estragos do golpe de 2016, que ataca garantias sociais, trabalhistas e previdenciárias.
A secretaria de segurança do Paraná havia preparado divisão das "torcidas", mas, pelo jeito, só Lula terá apoiadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário