17 junho 2017

#minisermao (17/06/17)

Ninguém é forçado a fazer promessas; mas se fizer deve cumprir; não prometa apenas para conseguir seus objetivos.  Existe uma cultura da promessa. Promessas de campanha, nunca sairão do papel, da retórica e na hora de prometer, parece que o céu vai descer na terra e tudo vai acontecer; mas depois de o voto dado e de ter sido eleito,  muitas vezes aquele candidato nem lembra mais o que foi mesmo que ele prometeu. Nós não podemos viver nesta dinâmica da promessa não cumprida, do voto não cumprido. Deus não pede que a gente faça promessas e muito menos, que prometa mais do que pode cumprir, mas se prometeu, deverá cumprir. (Mt 5,33-37)
Pe. Joãozinho, Scj

Nenhum comentário:

Postar um comentário