30 junho 2017

#minisermao (30/06/17)

Quem atrai multidões deve ser capaz de valorizar uma única pessoa que o procura, ou será mais um famoso solitário. Naquele dia Jesus desceu do monte, muitas pessoas o procuravam. Ele era famoso, Ele falava bem, Ele realizava milagres e prodígios, por isso, muitos estavam interessados em receber Dele um toque, entre eles um leproso se aproximou e Jesus o tratou de maneira personalizada. Apenas aquele leproso estava diante Dele. Não existem multidões, existem muitas pessoas, mas cada uma tem uma identidade, uma necessidade. Se tratarmos todos como  todos não teremos a capacidade de tratar cada um, como cada um. (Mt 8,1-4)
Pe. Joãozinho, scj.

Nenhum comentário:

Postar um comentário