05 agosto 2017

Deixemo-nos incomodar pela Palavra de Cristo!

Deixemo-nos incomodar pela Palavra, para que, de fato, ela entre no nosso coração. "Herodes queria matar João, mas tinha medo do povo, que o considerava como profeta". (Mateus 14, 5).
Por que Herodes queria matar João Batista? Ele queria matá-lo, porque João anunciou a verdade e denunciou o pecado, o erro em que Herodes estava vivendo.
Não matemos a verdade. Por mais que ela seja um incômodo na vida de cada um de nós, só ela liberta. Mas nós, muitas vezes, não queremos a aceitar, preferimos viver no mundo da aparência, do erro, do engano, da ilusão; não queremos ser incomodados pela verdade.
Não queremos que a Palavra de Deus seja acomodada ao que nós queremos, pois, quando ela não se acomoda ao que queremos, quando não está a serviço do que pensamos e achamos, ela nos incomoda e nós temos a opção de rejeitá-la, matá-la, não a aceitar, porque ela incomoda nosso coração.
Se a Palavra nos incomoda, é porque está nos fazendo bem; se não nos incomoda, o erro não está nela, o problema está em quem a acolhe, porque não se deixa mover e tocar por ela. Cometemos um erro terrível, deixamos que a Palavra que nós escutamos, incomode a vida dos outros, mas jamais a nossa.
Deixemo-nos incomodar pela Palavra, para que, de fato, ela entre no nosso ouvido, no nosso coração, para remover e tirar de nós aquilo que não é coerente, que não é correto, aquilo que estamos fazendo e está em desacordo com a graça de Deus.
Permitamo-nos ser tocados e transformados, porque, quando assim não o fizermos, temos a certeza de que estaremos nos comportando com frieza, indiferença, estaremos aniquilando a Palavra e tomando a mesma decisão de Herodes: "Para não ser incomodado, é preferível matar, ignorar, dissipar e tirar da minha vida tudo aquilo que quer me transformar".
Que a Palavra de Deus aja com muito incômodo para transformar o nosso coração.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário