05 abril 2018

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Quinta-feira na Oitava da Páscoa

Evangelho (Lc 24,35-48)

Assim está escrito: o Messias sofrerá e ressuscitará dos mortos no terceiro dia.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 24,35-48

Naquele tempo, os discípulos contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão. Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: "A paz esteja convosco!"
Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um fantasma. Mas Jesus disse: "Por que estais preocupados, e por que tendes dúvidas no coração? Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne, nem ossos, como estais vendo que eu tenho".
E dizendo isso, Jesus mostrou-lhes as mãos e os pés. Mas eles ainda não podiam acreditar, porque estavam muito alegres e surpresos. Então Jesus disse: "Tendes aqui alguma coisa para comer?" Deram-lhe um pedaço de peixe assado. Ele o tomou e comeu diante deles. Depois disse-lhes: "São estas as coisas que vos falei quando ainda estava convosco: era preciso que se cumprisse tudo o que está escrito sobre mim na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos".
Então Jesus abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as Escrituras, e lhes disse: "Assim está escrito: o Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia e no seu nome, serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. Vós sereis testemunhas de tudo isso".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
A PAZ ESTEJA CONVOSCO - Vivenciando a oitava pascal, seguimos acompanhando ao ressuscitado, que aparece a seus discípulos, para lhes animar e fortalecer na missão. Vemos, hoje, o Senhor ressuscitado aparecer para a comunidade dos discípulos, que estava reunida, e nessa perícope temos alguns aspectos que merecem especial destaque. O foco principal é a comunidade, que estava reunida, e Cristo aparece ao, colocando-se no centro dele e desejando a paz. Por essa passagem, vemos o desejo de Cristo de que a comunidade dos cristãos se encontre, reúna-se em torno a Ele, e recebam a paz que Ele nos oferece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário