16 maio 2018

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Quarta-feira da 7ª semana da Páscoa

Evangelho (Jo 17,11b-19)

Para que eles sejam um assim como nós somos um.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo escrito por João 17,11b-19.

Naquele tempo, Jesus ergueu os olhos para o céu e rezou, dizendo: "Pai santo, guarda-os em teu nome, o nome que me deste, para que eles sejam um assim como nós somos um. Quando eu estava com eles, guardava-os em teu nome, o nome que me deste. Eu guardei-os e nenhum deles se perdeu, a não ser o filho da perdição, para se cumprir a Escritura.
Agora, eu vou para junto de ti, e digo estas coisas, estando ainda no mundo, para que eles tenham em si a minha alegria plenamente realizada. Eu lhes dei a tua palavra, mas o mundo os rejeitou, porque não são do mundo, como eu não sou do mundo. Não te peço que os tires do mundo, mas que os guardes do Maligno. Eles não são do mundo, como eu não sou do mundo.
Consagra-os na verdade; a tua palavra é verdade. Como tu me enviaste ao mundo, assim também eu os enviei ao mundo. Eu me consagro por eles, a fim de que eles também sejam consagrados na verdade".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
QUE SEJAM UM - O Evangelho continua com a oração de despedida de Jesus, em que ele continua a fazer uma prece ao Pai por aqueles que foram confiados a ele. Nessa prece, percebe-se o profundo amor e cuidado por aqueles que Ele confiou a missão. O desejo que se destaca é de que permaneçam unidos a eles, demonstrando que aqueles que permanecerem unidos a Deus e aos irmãos não serão desviados do caminho missionário. Deste modo, a unidade entre os cristão conduz a um testemunho firme e fecundo da missão para a qual foram enviados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário