21 julho 2017

#minisermao (21/07/17)

Existem regras inúteis criadas apenas para burocratizar. É preciso recuperar o espírito das leis sem legalismo. Certa ocasião os discípulos de Jesus colheram espigas de trigo num dia de sábado, isto era proibido por uma certa interpretação da Lei e Jesus ultrapassa a lei escrita e mostra que o espírito é valorizar a pessoa. O sábado é para o homem e não o homem para o sábado. Nós não vivemos para obedecer leis, as leis existem para organizar o nosso comportamento social e quando as leis se tornam uma opressão, ou quando obedecemos simplesmente por formalismo social, a obediência pela obediência perde qualquer sentido.(Mt 12,1-8)
Pe. Joãozinho, Scj

Deus quer a misericórdia em primeiro lugar!

Tudo o que for observar da Lei de Deus coloque em primeiro lugar a misericórdia e o amor para com o próximo. "Se tivésseis compreendido o que significa: 'Quero a misericórdia e não o sacrifício', não teríeis condenado os inocentes. De fato, o Filho do Homem é senhor do sábado" (Mateus 12,7-8).
Os discípulos de Jesus caminharam em meio à plantação, sentiram fome, arrancaram as espigas de milho, debulharam e começaram a comer. Os fariseus olharam e os repreenderam, não porque estavam comendo, mas porque arrancaram, no dia de sábado, as espigas de milho para comer. Eles queriam, na verdade, chamar à atenção de Jesus, pois não estavam preocupados com a Lei de Deus ou com o coração d'Ele, porque o coração de Deus preocupa-se, acima de tudo, com a criatura que Ele mesmo fez: eu e você.
O coração de Deus é tão misericordioso, que, acima de tudo, está voltado para cuidar de nós. Muitas vezes, somos hipócritas até na vivência da religião, estamos cobrando dos outros que obedeçam mandamentos, que vivam alguma prática, porque não rezam; condenamos as pessoas e não nos preocupamos com o coração delas.
Preocupar-se com o coração das pessoas é saber da vida e da história delas, é saber o que elas passam, o que estão sofrendo. Preocupamo-nos com a fome do mundo? Preocupamo-nos com a doença das pessoas? Preocupamo-nos com o sofrimento do outro?
Não podemos viver uma religião só de preceitos, leis e mandamentos. Não precisamos mudar nenhum preceito da Lei de Deus, pelo contrário, temos de vivenciar o Espírito de toda a Lei de Deus, de todos os mandamentos d'Ele. Não precisamos mudar nenhuma página do Catecismo, porque ele é rico no ensinamento da Doutrina. Não podemos fazer uma religião que apenas explique leis e preceitos, normas, direito canônico, uma religião voltada para dogmas e ensinamentos.
Todos esses ensinamentos que aprendemos da Igreja, como nossa Mãe, têm um valor imenso, único e são caminho de salvação para nós, mas todas as Leis e mandamentos, se não forem revestidos do amor e da misericórdia, não nos salvam. Não pense que, porque cumprimos os mandamentos, não faltamos à Missa, que somos um observante da Lei de Deus.
Tudo o que for observar da Lei de Deus coloque, em primeiro lugar, a misericórdia e o amor para com o próximo. Essas brigas e disputas que existem em redes sociais, nas conversas e discussões humanas, para prevalecer quem sabe mais, quem pode mais, quem está certo, quem tem mais dogmatismo, quem tem mais conhecimento… Jesus não perdeu tempo com essas discussões. Ele gastou Seu tempo para cuidar da pessoa humana no dia de sábado, de domingo, de segunda. Todo dia é dia de salvar e resgatar o ser humano, filho de Deus sofrido, necessitado de salvação, de pão para comer, de cuidado da doença ou enfermidade. É assim que vivemos a Lei de Deus em nossa vida.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho - 6ª - feira da 15ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 12,1-8)

O Filho do Homem é senhor do sábado.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 12,1-8.

Naquele tempo, Jesus passou no meio de uma plantação num dia de sábado. Seus discípulos tinham fome e começaram a apanhar espigas para comer. Vendo isso, os fariseus disseram-lhe: "Olha, os teus discípulos estão fazendo o que não é permitido fazer em dia de sábado!"
Jesus respondeu-lhes: "Nunca lestes o que fez Davi, quando ele e seus companheiros sentiram fome? Como entrou na casa de Deus e todos comeram os pães da oferenda que nem a ele nem aos seus companheiros era permitido comer, mas unicamente aos sacerdotes? Ou nunca lestes na Lei, que em dia de sábado, no Templo, os sacerdotes violam o sábado sem contrair culpa alguma?
Ora, eu vos digo: aqui está quem é maior do que o Templo. Se tivésseis compreendido o que significa: 'Quero a misericórdia e não o sacrifício', não teríeis condenado os inocentes. De fato, o Filho do Homem é senhor do sábado".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão - Mt 12, 1-8
Existem pessoas que acham que é difícil seguir Jesus por causa da radicalidade das exigências evangélicas, no entanto, essas mesmas pessoas ficam criando uma série de dificuldades a partir de um legalismo ritual, moral e religioso que acabam por fazer do seguimento de Jesus uma causa de sofrimento e de dor e não uma causa de alegria e felicidade de quem descobre os valores que o conduz para a vida eterna. Muitos cristãos vivem colocando proibições e ficam contentes quando podem falar "não" a alguém. De fato, essas pessoas não entenderam o Evangelho de hoje, muito menos o amor que Deus tem para com seus filhos e filhas.

Moro virou cabo eleitoral de Lula, diz Reinaldo

 
247 – A cada dia, fica mais claro que a democracia brasileira foi golpeada em razão do fator Lula. Depois da quarta vitória sucessiva do PT, em 2014, a direita nacional não suportou a hipótese da volta de Lula em 2018. Na fase um do golpe, a presidente legítima Dilma Rousseff foi derrubada com a armação em torno das chamadas "pedaladas fiscais". A fase dois, que prevê a condenação do ex-presidente Lula em primeira e segunda instâncias, está em pleno curso.
No entanto, o tiro pode sair pela culatra. Segundo o colunista Reinaldo Azevedo, ao condenar Lula sem provas, o juiz Sergio Moro se tornou num de seus principais cabos eleitorais. "Hoje, um de seus cabos eleitorais involuntários, dadas a sentença e a resposta aos embargos de declaração, é Moro. Ele empurrou para o TRF-4 uma escolha sem saída virtuosa: ou confirma uma condenação sem provas e alheia à denúncia, o que seria um desastre, ou absolve o chefão petista, outro desastre", diz Reinaldo, em artigo publicado nesta sexta-feira.
O jornalista que concorda com a defesa de Lula e diz que a condenação não guarda relação com a acusação proposta pelo Ministério Público. "Indagado, nos embargos de declaração, a respeito da ausência de nexo, na sentença, entre o apartamento e os contratos, o juiz respondeu de forma surpreendente e insólita: 'Este juízo jamais afirmou, na sentença ou em lugar algum, que os valores obtidos pela Construtora OAS nos contratos com a Petrobras foram usados para pagamento da vantagem indevida para o ex-presidente'. E a acusação feita pelo MPF? Se um juiz acha que um réu deve ser condenado por algo distinto do que está na denúncia que ele próprio aceitou, é forçoso que isso seja feito em outro processo", diz Reinaldo.
"Moro aceitou, em setembro do ano passado, a denúncia contra Lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá. Segundo o Ministério Público, o imóvel era pagamento de propina decorrente de três contratos que consórcios integrados pela OAS mantinham com a Petrobras. Assim, restaria aos procuradores a tarefa de apresentar as provas de que eram os tais contratos a origem daquele bem. A condenação veio. Mas as coisas se complicaram. Se o MPF não apresentou as provas de que o imóvel pertence a Lula, e não as apresentou!, tampouco conseguiu evidenciar a relação entre aquelas obras em particular e o dito-cujo". diz o jornalista. Segundo ele, "Moro, em suma, criou a versão dissertativa do PowerPoint de Deltan Dallagnol".

Temer diz que brasileiro irá compreender paulada nos combustíveis

REUTERS/Adriano Machado 
247 – Embora tenha mais que dobrado as emendas parlamentares e empenhado cerca de R$ 15 bilhões para se salvar no Congresso das acusações que sofre de corrupção, Michel Temer aposta que a população brasileira irá compreender seu tarifaço nos combustíveis.
"Este é um governo que não mente, que não dá dados falsos", disse ele na Argentina, segundo relata a jornalista Sylvia Colombo.
Temer disse ainda que seu governo "manter a responsabilidade fiscal, com a determinação de dizer claramente o que está acontecendo."
É mais uma mentira, uma vez que Temer, com a depressão econômica que produziu na economia, não tem conseguido nem sequer cumprir uma meta fiscal que já prevê um rombo de R$ 139 bilhões.
Com o tarifaço, um litro de gasolina ficará R$ 0,41 mais caro e abastecer um tanque de 50 litros terá alta de 11,8%. 
Pesquisas recentes apontam que 80% dos brasileiros consideram Temer corrupto e quase 90% o rejeitam.

20 julho 2017

Dilma: um dia terrível para quem luta por um mundo melhor

 
247 - A presidente eleita Dilma Rousseff reagiu com tristeza à notícia do falecimento do professor aposentado Marco Aurélio Garcia, que foi assessor especial da Presidência da República. Marco Aurélio tinha 76 anos e morreu vítima de um infarto fulminante (leia mais).
"Hoje é um dia de dor para todos nós, que compartilhamos com ele seus muitos sonhos, histórias e lutas. Era um amigo querido, de humor fino e contagiante, sempre generoso e cheio de ideias, dono de uma mente arguta e brilhante", disse Dilma em nota. "Um dia terrível para quem luta por um mundo melhor, com justiça social. Um dia muito, muito triste", acrescentou. 
Vários parlamentares e líderes da esquerda também lamentaram a perda de Marco Aurélio Garcia. Leia aqui alguma manifestações. 
Leia na íntegra a nota de Dilma: 
"Meu amigo querido, Marco Aurélio Garcia"
A morte do professor Marco Aurélio Garcia, meu amigo querido, é extremamente dolorosa. Desfrutei pela última vez de sua companhia há três semana. Conversamos sobre a vida e os momentos terríveis que o país atravessa.
Hoje é um dia de dor para todos nós, que compartilhamos com ele seus muitos sonhos, histórias e lutas. Era um amigo querido, de humor fino e contagiante, sempre generoso e cheio de ideias, dono de uma mente arguta e brilhante.
Meus sentimentos ao filho Leon, ao neto adorado Benjamin, aos familiares e todos os seus amigos.
É muito duro saber que não terei mais sua companhia, nem o prazer de ouvir sua poderosa gargalhada.
Um dia terrível para quem luta por um mundo melhor, com justiça social. Um dia muito, muito triste.
Dilma Rousseff

Milhares tomam a Paulista em defesa de Lula

Tiago Macambira / Mídia NINJA 
Rede Brasil Atual - Milhares de manifestantes ocupam a Avenida Paulista, em frente ao Masp, em São Paulo. Os presentes criticam a agenda de reformas do governo de Michel Temer (PMDB) e, sobretudo, estão em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado pelo juiz Sergio Moro no âmbito da operação Lava Jato relativo ao processo envolvendo o tríplex do Guarujá.
Entre os militantes, jovens e idosos, integrantes da população LGBT, negros, ativistas de movimentos de moradia, de sindicatos, entre outros. Os manifestantes fazem uma verdadeira festa na Paulista com batuques e bandeirões. “Eleição sem Lula é fraude” são as palavras desenhadas no maior deles.
O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou estar "indignado com tanta destruição que quero dar alguns recados. Moro, você é um covarde. Juiz não é isso, juiz é imparcial. Moro, você é um fantoche da Globo. Quero ver bloquear as contas do Aécio com as malas de R$ 500 mil. Também quero dar um recado para a Fiesp e para a Globo, o Temer é um personagem menor. Quem comanda é o capital e a Globo, a turma do pato amarelo, os irresponsáveis que se aliaram a Cunha e Aécio".
"Diziam que era só tirar a Dilma que tudo se resolvia. Hoje temos 14 milhões de desempregados, o Brasil voltando para o mapa da fome. Eles não ligam para o povo, a cabeça deles é escravocrata. Querem só reduzir salário e não reduzir o lucro deles. Nunca aceitaram pobres em universidades, pobres em aeroportos. Querem agora fazer uma a eleição sem o Lula. Pensam que somos bestas. Arrumem um candidato e venham disputar nas urnas", completou.
Por fim, o senador mandou um recado ao ex-presidente: "Lula, eu sei que não está fácil. Você perdeu dona Marisa. Para mim, foram eles que a mataram porque ela não aguentou tanta pressão. Mas quem precisa do senhor são os pobres deste país. Antes do senhor ser presidente, morria uma criança a cada cinco minutos no país. Hoje, acabamos com isso".

Aprendamos com Jesus a ser manso e humilde de coração!

Aprendamos com Jesus, porque Ele é manso e humilde de coração. "Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso" (Mateus 11,28).
O Mestre Jesus está abrindo Seu coração e voltando-se para nós dizendo: "Venham até mim". Quem de nós não se cansa, não se fadiga nem se decepciona, e passa por tantas situações que nos deixam para baixo? Apenas que nós corremos para os braços errados.
Temos de correr para os braços de Jesus. Ele não só nos acolhe em Seus braços, mas traz para dentro do Seu coração nossas fadigas, nossos cansaços, as situações de opressão que nós passamos na vida; tantas situações que cansam nossa mente e alma, tornam-se um fardo pesado. O fardo de uma mãe, de um pai, de um estudante, de um trabalhador, o fardo da vida humana é pesado quando nós olhamos para ele.
Sem tirarmos o peso das obrigações da vida, é Jesus quem tira o peso dos nossos fardos e nos dá o alívio do Seu coração, da Sua doçura e humildade, para que possamos caminhar.
Façamos isso a cada dia, peguemos todo o peso que está sobre nossa cabeça e nosso coração, para colocarmos no coração de Jesus. Muitos podem pensar: “Só basta colocar ali e Jesus já resolve tudo?”. O primeiro passo é rezar, é entregar, com fé e confiança, mas Ele está dizendo: “Aprendei de mim”. É preciso aprender com Ele, porque, se não aprendermos, ficaremos sempre tropeçando, caindo, machucando-nos, decepcionando-nos e vamos nos cansando da vida. Aprendamos com Jesus a ser manso e humilde de coração.
Dois remédios mais do que necessários e fundamentais para a nossa vida, para as nossas relações humanas e nossa confiança com nós mesmos é a humildade. Nada de sentimento de grandeza, de elevação, de sentir-se super-homem, super-mulher, superimportante, nada de ter um sentimento elevado de si mesmo, de achar que é a pessoa perfeita, que tudo está certo, que tem sempre que conseguir algo.
O humilde sabe reconhecer os êxitos, mas também reconhece seus limites, sabe que o mundo não gira em torno dele; ao contrário, que o mundo é cada dia um trabalho, uma conquista.
Outro remédio é a mansidão de coração, é não deixar o coração se angustiar nem se exaltar, não deixar o coração viver sentimentos que não são apropriados a ele, sentimentos que elevam o coração para lugares que o tiram do lugar que ele deve estar: a humildade do coração de Deus.
Acalmemos, amansemos o nosso coração, coloquemos nele a vacina da humildade. Assim, dia a dia, nosso fardo, nosso peso será leve como é o fardo de Jesus. Aprendamos com Ele, porque Ele é manso e humilde de coração.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo

#minisermao (20/07/17)

A verdadeira religião é repousante. O rito bem celebrado é uma verdadeira terapia. Religião que estressa é idolatria. O mestre de Nazaré revelou que o coração dele é manso, humilde, acolhedor. E Ele disse: "Vinde a mim todos vós que estais cansados, carregando pesados fardos e Eu vos aliviarei." Em certa ocasião ele criticou os fariseus dizendo: "Vocês colocam pesados fardos uns nos ombros dos outros e depois vocês mesmos não tem coragem de carregar." Existe um modo doente de viver a religião, que é um modo estressante; uma religião pesada; uma religião que cansa. A verdadeira religião repousa.  (Mt 11,28-30‬)
Pe. Joãozinho, Scj.

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho - 5ª - feira da 15ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 11,28-30)

Vinde a mim todos vós que estais cansados.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11,28-30.

Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: "Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso.
Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão - Mt 11, 28-30 
Existem pessoas que acreditam que a verdade da religião encontra-se num rigorismo muito grande, principalmente no que diz respeito às exigências morais e rituais. Com isso, a religião acaba por ser um instrumento de opressão. Jesus nos mostra que não deve ser assim. Ele veio ao mundo para trazer a libertação do jugo do pecado e da morte e que a verdadeira religião é aquela que liberta as pessoas de todos os pesos que as oprimem na sua existência. O verdadeiro cristianismo é aquele que não está fundamentado na autoridade e na rigidez, mas na humildade e mansidão de coração, por que o seu fundador, Jesus Cristo, manso e humilde de coração, é o Mestre de todo o nosso agir.

Dilma denuncia nova perseguição de Moro contra Lula

 
247 - A presidente legítima e deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, criticou em sua conta no Twitter a decisão do juiz Sergio Moro que sequestrou os bens do ex-presidente Lula.
"Verdadeiro lawfare. Reinado da 'justiça do inimigo', retratado nessa arbitrariedade. Presto mais uma vez minha solidariedade a Lula", postou Dilma, usando termos jurídicos que caracterizam perseguição para definir a decisão do magistrado.
"Sequestrar o imóvel em que Lula vive com a família e bloquear suas contas pessoais é uma perseguição. Uma nova injustiça", completou Dilma.
Na última terça-feira 18, Lula teve todos os seus imóveis confiscados, além de dois veículos e R$ 606 mil em quatro bancárias bloqueados pelo Banco Central, após ordem de Moro (leia mais aqui).
O ex-presidente foi condenado pelo juiz de Curitiba a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

Valério: Aécio levava 2% dos contratos com o BB desde o governo FHC

 
247 - Marcos Valério, que teve sua proposta de delação rejeitada pelo Ministério Público Estadual de Minas Gerais (MP-MG), fechou um acordo de colaboração premiada com a Polícia Federal (PF). Por citar políticos com foro privilegiado, o acordo aguarda a homologação do Supremo Tribunal Federal (STF). 
O delator relatou bastidores de operação para retirar da CPMI dos Correios, em 2005, documentos sobre a relação do Banco Rural com tucanos em Minas, tema que já é alvo de inquérito no STF, motivado por delação do ex-senador Delcídio Amaral. A operação teria contado com a participação dos então subrelatores da CPMI Carlos Sampaio (PSDB-SP) e Eduardo Paes (à época no PSDB-RJ). Integrantes do Banco Rural teriam escondido documentos no Uruguai.
(...)
No acordo, entre outras coisas, Valério sustenta que suas agências de publicidade participaram do financiamento ilegal da atividade política de Aécio desde os anos 90. Afirma que o tucano recebia 2% do faturamento bruto dos contratos do Banco do Brasil no governo FH, valores que seriam pagos por meio de Paulo Vasconcelos, citado como representante de Aécio junto à empresa.
Valério também sustenta que parte dos recursos desviados da campanha pela reeleição de Eduardo Azeredo (PSDB-MG), em 1998 — no processo que ficou conhecido como mensalão mineiro — abasteceu caixa 2 da campanha de Aécio a deputado federal.
O operador cumpria pena de 37 anos de prisão pela ação do mensalão na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), e foi transferido na segunda-feira para a Associação de Proteção e Assistência a Condenados (Apac), em Sete Lagoas (MG), a pedido da PF. A transferência para a unidade — que propõe atendimento humanizado de presos e tem vagas limitadas — era solicitada desde o ano passado por seus advogados, mas não havia vagas.
As informações são de reportagem de Thiago Herdy em O Globo.

19 julho 2017

O louvor é a oração de agradecimento ao Senhor!

O louvor é a oração de reconhecimento, de agradecimento e engrandecimento ao Senhor da nossa vida. "Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos” (Mateus 11, 25).
Do coração de Nosso Senhor Jesus Cristo brota uma oração de intimidade com o Pai. Aquele que tem intimidade, relação e comunhão com Deus louva-O, a cada dia, agradece a esse Pai e O exalta. Quando nós engrandecemos, louvamos e bendizemos o nome do Senhor Nosso Deus os inimigos da nossa alma, da nossa salvação caem por terra.
Aqui está uma arma poderosa: a força do louvor. “Eu Te louvo, meu Pai; eu Te bendigo, agradeço e exalto”. Não existe forma mais esplêndida e eficaz de exaltarmos Deus em nossa vida do que louvarmos a força, o poder e a graça do Senhor. E nós louvamos a Deus em todas as ocasiões: na alegria, na tristeza, nas dificuldades, nas situações não compreendidas. O louvor não é para nosso engrandecimento; pelo contrário, ele nos coloca embaixo, mas engrandece o nome do Senhor em nossa vida.
O louvor é a oração de reconhecimento, de agradecimento e engrandecimento ao Senhor da nossa vida. E nós temos muitos motivos para louvarmos o Senhor!
Jesus está louvando ao Pai pela Sua grandeza de escolher os pequeninos e os humildes de coração para revelar as grandezas do Seu Reino. Eu fico encantado quando olho para as pessoas humildes e simples, porque não existe nada pior do que a soberba e o orgulho. Como nos faz mal ficarmos do lado de pessoas soberbas e orgulhosas. Quando nós deixamos que a soberba cresça em nós, ela cria tantas paredes, barreiras, tanto mal-estar, mas quando estamos ao lado dos pequenos, dos pobres, dos humildes de coração, a humildade nos converte, faz tão bem para a alma. E para aquele que se exalta, que se acha mais importante que os outros, que mal faz para si mesmo e para os outros.
Se estamos no caminho da humildade, Jesus está levantando as mãos ao Pai por nós. Se não estamos, entremos agora. O caminho favorável e eficaz para estarmos na estrada da humildade é levantarmos os braços, a cada dia, para louvarmos, exaltarmos e engrandecermos o Deus e Senhor da nossa vida.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo

#minisermao (19/07/17)

Complicar é fácil; o difícil é simplificar. É preciso estudar bastante para dizer muito falando pouco. Simplifica. Jesus louvou o Pai porque revelou as coisas essenciais aos simples e escondeu dos sabidos, daqueles que se acham inteligentes; se julgam doutores, mas não são leitores; se julgam mestres, mas não tem a arte da síntese, de dizer tudo em uma só palavra. A simplicidade rima com a humildade e a humildade é o princípio da sabedoria, porque quem sabe que não sabe, pode saber um pouco mais. O orgulho é o princípio da mediocridade, pois quem pensa que sabe, não aprende nada mais.  (Mt 11,25-27)
Pe. Joãozinho, Scj.

Comece o seu dia feliz meditando o Santo Evangelho - 4ª - feira da 15ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 11,25-27)

Escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11,25-27.

Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: "Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão - Mt 11, 25-27 
O conhecimento de Deus é diferente de todas as outras formas de conhecimento das quais o ser humano é capaz. De fato, temos diversas formas de conhecimento, como o racional, o científico, o vulgar e o mitológico, entre outros, que encontram a sua origem na nossa relação com as coisas e as pessoas que conhecemos e que se tornam de alguma forma objeto do nosso conhecimento. Com Deus, a coisa é diferente. A mente humana é incapaz de, por si só, chegar até o conhecimento de Deus. Só conhecemos a Deus porque, no seu infinito amor, ele revelou-se a todos nós. É o amor de Deus que, sabendo que somos incapazes de chegar até ele, vem até nós.

Lula: ficou provado que o problema não era a Dilma

 
247 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez uma enfática defesa do legado do governo presidente Dilma Rousseff, ao conceder entrevista a uma rádio paulista.
"É importante a gente relembrar dezembro de 2014, quando o Brasil tinha o menor índice de desemprego de sua história, 4.5% de desemprego. Era padrão Suécia, Dinamarca e Alemanha. Os trabalhadores de categorias organizadas tinham aumento real, o salário mínimo tinha tido aumento de 74%", disse o ex-presidente Lula, ao rebater a tese de que a depressão atual teria sido provada por Dilma, como vem sendo alardeado por setores da direita.
Na realidade, Dilma foi impedida de governar já em 2015, quando Eduardo Cunha e Aécio Neves sabotaram as iniciativas do Palácio do Planalto, com a política do "quanto pior, melhor", e a depressão econômica se aprofundou com a chegada de Michel Temer ao poder, em maio de 2016.
Abaixo, notícia postada pelo ex-presidente Lula:
Em entrevista à Rádio Capital nesta terça-feira (18), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva saiu em defesa do legado dos governos petistas e relembrou que foi em dezembro de 2014 que o Brasil emplacou os melhores índices de geração de emprego. "É importante a gente relembrar dezembro de 2014, quando o Brasil tinha o menor índice de desemprego de sua história, 4.5% de desemprego. Era padrão Suécia, Dinamarca e Alemanha. Os trabalhadores de categorias organizadas tinham aumento real, o salário mínimo tinha tido aumento de 74%", ponderou.  
Lula destacou que fatores políticos travaram as agendas do governo. "A Dilma terminou seu primeiro mandato com uma aprovação invejável. Mas tínhamos um presidente da Câmara (Eduardo Cunha) que trabalhava contra o governo, para que ele não desse certo. E esse foi um erro grave", avaliou. Para o ex-presidente, o processo do golpe acabou provando que "o problema do Brasil não era a Dilma".
"Aqueles que deram um golpe falando que o país iria virar um paraíso deixaram o país pior. Aumentou nossa dívida fiscal, aumentou o desemprego e as incertezas", disse o ex-presidente.
Lula também criticou as reformas promovidas pelo atual governo e voltou a defender que Temer convoque novas eleições. "A reforma trabalhista vai deixar um regime de semi escravidão nesse país. A única solução para o Brasil agora seria convocar eleições diretas."
Processo 
O ex-presidente também comentou a sentença proferida pelo juiz de primeira instância, Sérgio Moro, na semana passada. "Nesse processo a única coisa que foi levada em conta foi a necessidade de prestar serviço a quem quer que o Lula não dispute a eleição. Falei para o Moro no dia do meu depoimento que ele estava preso ao compromisso que ele tem com a imprensa", ressaltou.
O ex-presidente afirmou acreditar que a Justiça ocorrerá em outra instância. "A única coisa que eu tenho é a minha dignidade e por ela lutarei até o fim. Não vou permitir que meia dúzia de jovens mal intencionados tentem jogar minha imagem na lama. Acredito que haverá de acontecer a Justiça em outra instância nesse país".

Morte de Teori completa 6 meses e investigação do acidente não tem data para acabar

 
247 - Após seis meses da queda do avião que matou o então ministro do STF (Superior Tribunal Federal) Teori Zavascki, completados nesta quarta-feira (19), a investigação do acidente continua e não tem prazo para ser finalizada.
Em 19 de janeiro, o relator da operação Lava Jato no STF morreu aos 68 anos após a queda do avião em que estava junto a outras quatro pessoas no litoral de Paraty, no Estado do Rio de Janeiro. Os demais ocupantes eram o empresário do grupo Emiliano Empreendimentos e dono do jatinho Carlos Alberto Filgueiras, de 69 anos, a massoterapeuta Maira Lidiane Panas Helatczuk, de 23 anos, a mãe dela, Maria Ilda Panas, 55, e o piloto Osmar Rodrigues, 56.
No momento, o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), responsável pela apuração de acidentes de avião no Brasil, espera laudos da Polícia Federal e realiza as últimas análises para elaborar a minuta do relatório final, conforme informou a FAB (Força Aérea Brasileira), à qual o Cenipa é subordinado.
A etapa seguinte será traduzir o documento preliminar para o inglês e enviá-lo para os órgãos de investigação National Transportation Safety Board, nos Estados Unidos, onde a aeronave foi fabricada, e Transportation Safety Board of Canada, no Canadá, onde o motor foi fabricado. Ambos terão até 60 dias para fazer comentários sobre a minuta. Quando receber as observações, o Cenipa concluirá o relatório final, considerado o documento oficial da investigação.
(...)
O avião modelo Hawker Beechcraft King Air C90 de matrícula PR-SOM era de porte pequeno e tinha capacidade para acomodar até oito pessoas. O bimotor turbo-hélice decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo, e caiu por volta das 13h45, quando estava a 2 km de distância da cabeceira da pista do aeroporto de Paraty, próximo à Ilha Rasa.
As informações são de reportagem de Luciana Amaral no UOL.

18 julho 2017

#minisermao (18/07/17)

Quem vive milagres tem a responsabilidade de corresponder às maravilhas de Deus. Assim como Maria, que cantou: "O Senhor fez em mim maravilhas, milagres! Santo é o seu nome!" Mas nem todo mundo, no tempo de Jesus, reconheceu as maravilhas de Deus, mesmo vendo milagres; alguns viram curas, sinais, prodígios, palavras de sabedoria que saiam da boca do Mestre de Nazaré e não se converteram, não mudaram de vida, por isso Ele disse que o juízo contra Sodoma, a cidade pecadora, seria menos severo do que o juízo sobre aqueles que viveram milagres, mas não se converteram. As maravilhas que Deus realiza na nossa vidas são sinais para nossa conversão. (Mt 11,20-24)
Pe. Joãozinho, Scj.   

A penitência é um santo remédio para direcionar nossa vida!

A penitência é uma forma de nos vigiarmos, de nos corrigirmos e disciplinarmos. "Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se os milagres que se realizaram no meio de vós, tivessem sido feitos em Tiro e Sidônia, há muito tempo elas teriam feito penitência, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza” (Mateus 11,21).
Jesus está repreendendo as cidades que não O acolheram nem fizeram penitência, Ele está, na verdade, repreendendo aqueles da nossa época, dos nossos dias, que acolhem, escutam a Palavra de Deus, mas a deixam simplesmente entrar por um ouvido e sair pelo outro.
Corazim e Betsaida, bem como muitas cidades da época de Jesus, escutaram-No pregar, viram os milagres d'Ele e simplesmente se comportaram com frieza, indiferença e conformismo: "Já escutei. Que bom! Que bonito!", mas não fizeram nada para mudar de vida.
Ao contrário do que aconteceu com as outras cidades, onde a Palavra de Deus foi pregada anteriormente, as cidades Tiro e Sidonia mudaram e se converteram.
De que lado nós estamos? O que acontece com a vida de cada um de nós? Ouvimos e acolhemos a Palavra de Deus em nosso coração e permitimos que ela nos mude? Penitenciamo-nos de nossos pecados? Corrigimos os nossos próprios erros ou estamos apenas nos conformando em ouvir, dia após dia, a Palavra e dizer: "Muito bem! É isso mesmo. Que bonito que Jesus falou!"?
As Palavras de Jesus, em nossa vida, não são para nos causar admiração nem para dizermos: "Que bom que eu escuto a Palavra!". A Palavra do Senhor tem que, a cada dia, cair em nosso coração e provocar uma transformação.
Existe uma expressão muito importante: "Fazer penitência". Não fique pensando que penitência é uma coisa só para os grandes pecadores ou para fazermos na época da Quaresma. Não! A penitência é uma forma de nos vigiarmos, de nos corrigirmos e disciplinarmos. Precisamos, a cada dia de nossa vida, fazer alguma forma de penitência; e quanto mais ela for vivida no nosso interior, mais eficaz ela será. Penitência naquilo que falamos, naquilo que escutamos e comemos, na forma que estamos agindo e vivendo. Nas correrias da vida, temos de parar, repensar e mudar certas atitudes. Não podemos simplesmente nos conformar e dizer: "Está tudo bem. É assim mesmo. Uma hora eu mudo".
Quem acolhe a Palavra de Deus detêm-se para rever-se, pois a penitência é um santo remédio para direcionar o que está errado em nossa vida. A graça de Deus está a nosso favor quando nós colaboramos com ela.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho - 3ª - feira da 15ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 11,20-24)

No dia do julgamento, Tiro e Sidônia serão tratadas com menos dureza do que vós.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11,20-24.

Naquele tempo, Jesus começou a censurar as cidades onde fora realizada a maior parte de seus milagres, porque não se tinham convertido.
"Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se os milagres que se realizaram no meio de vós, tivessem sido feitos em Tiro e Sidônia, há muito tempo elas teriam feito penitência, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza.
Pois bem! Eu vos digo: no dia do julgamento, Tiro e Sidônia serão tratadas com menos dureza do que vós. E tu, Cafarnaum! Acaso serás erguida até o céu? Não! Serás jogada no inferno! Porque, se os milagres que foram realizados no meio de ti tivessem sido feitos em Sodoma, ela existiria até hoje! Eu, porém, vos digo: no dia do juízo, Sodoma será tratada com menos dureza do que vós!"
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão - Mt 11, 20-24 
É comum nós vermos diversas pessoas que participam da vida da Igreja lamentando a incredulidade que existe no mundo moderno e os graves problemas que encontramos na humanidade que são, na maioria das vezes, consequências do pecado. Mas nós não paramos para pensar que isso acontece por causa da nossa falta de fé. Se todos nós tivéssemos de fato uma fé verdadeira, esta fé nos lançaria para o trabalho evangelizador e de transformação social ao invés de ficarmos lamentando a situação do mundo. Quem crê sabe que a única resposta plausível para os problemas do mundo se chama Evangelho e, por isso, sempre tem um renovado ardor missionário que o impele constantemente ao trabalho evangelizador.

Lula percorrerá sertão de ônibus por mais de 20 dias

Ricardo Stuckert/ Instituto Lula 
247 - A cúpula do PT prevê que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva inicie sua caravana pelo Nordeste no dia 16 de agosto.
O petista percorrerá a região em um ônibus e ficará mais de 20 dias na estrada. Viagem deve começar em Salvador e seguir para Sergipe. Lula percorrerá poucas capitais. Dará mais atenção a cidades do sertão. A caravana marcará a estreia de sua agenda como pré-candidato ao Planalto e será seu primeiro grande ato após a condenação pelo juiz Sergio Moro.
O desenho da caravana ainda está em estágio preliminar, para seleção das cidades e estudo de custo. Dirigentes do PT, integrantes do Instituto Lula e líderes políticos da região alinhados ao petista estão em contato permanente.
Lula já falou com os governadores Ricardo Coutinho, da Paraíba, Jackson Barreto, de Sergipe, e Camilo Santana, do Ceará.
O ex-presidente Lula segue líder absoluto em todas as pesquisas de intenção de voto para o pleito de 2018.
As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

Golpe faz Brasil desabar em ranking de influência diplomática

Geraldo Magela/Senado 
247 - As políticas entreguistas e incompetentes de Aloysio Nunes e Michel Temer fazem o Brasil passar vergonha internacional.
O Brasil caiu de 24º para 29º lugar entre os 30 países do ranking de “soft power”, conceito da diplomacia que estima o poder de influência dos países nas relações internacionais com base em critérios não-militares, como cultura, penetração digital, entre outros, em oposição ao "hard power" das relações baseadas na força. A University of Southern California (USC) divulga nesta terça-feira a terceira edição do ranking, elaborado pelo seu departamento de estudos da diplomacia.
Em 2015, o Brasil havia aparecido na 23ª posição, tendo caído um posto no ano passado e agora mais cinco posições, a maior queda entre todos os países no último ano. Em seu comentário sobre a situação brasileira, os pesquisadores da USC afirmam que "as Olimpíadas do Rio parecem ter fracassado em mascarar os profundos problemas econômicos e sociais que o país encara".
Os pesquisadores elaboraram uma equação própria para estabelecer a pontuação de cada país e formar o ranking. Com um peso de 70% na pontuação final, são estabelecidos seis critérios "objetivos", com pontuação para os itens de governo, força do setor privado, engajamento da sociedade, influência e integração digital, educação e cultura. Os demais 30% da pontuação são formados por critérios "subjetivos" que mostram a integração com o resto do globo, como a percepção, por nações estrangeiras, de sua contribuição à cultura global, entre outros pontos.
As informações são de reportagem de Miguel Caballero em O Globo.

17 julho 2017

Lula: Fantástico prova que Moro precisa da Globo

 
247 - "A matéria do Fantástico no último domingo sobre a sentença do juiz Sérgio Moro é uma peça de propaganda, não de jornalismo, muito menos de análise de uma sentença", diz texto publicado no site do ex-presidente Lula, que diz que a reportagem tentou provar, ao longo de 13 minutos, que a sentença de Moro contra Lula faria sentido.
A reportagem "ignora lacunas na sentença do juiz de primeira instância, distorce ou ignora a natureza de documentos apresentados pela defesa bem como a opinião de juristas que apontam falhas na decisão", conclui o artigo. Leia abaixo a íntegra:
Fantástico só prova que não há provas contra Lula e que Moro precisa da Globo
Ao longo de 13 minutos, o Fantástico tentou provar que a sentença de Moro faria sentido
A matéria do fantástico no último domingo sobre a sentença do juiz Sérgio Moro é uma peça de propaganda, não de jornalismo, muito menos de análise de uma sentença.
Ela ignora lacunas na sentença do juiz de primeira instância, distorce ou ignora a natureza de documentos apresentados pela defesa bem como a opinião de juristas que apontam falhas na decisão de Sergio Moro. A propaganda opressiva da Globo contra Lula para influir em decisões da justiça contra o ex-presidente com fins políticos é inclusive um dos temas de comunicado feito ao alto comissariado da ONU de direitos humanos sobre as violações, públicas e notórias, cometidas por Sergio Moro contra Lula, como a divulgação pública de escutas ilegais e o grampo dos advogados do ex-presidente.
Ao longo de 13 minutos, o Fantástico tenta provar que a sentença de Moro faria sentido, ou seja: que Lula seria o dono do Tríplex do Guarujá e que este seria fruto de propinas na Petrobrás. Seriam 3 tipos de provas, segundo a Globo: documentais, periciais e testemunhais. A matéria tem várias mentiras e lacunas. Diz que a sentença começa analisando provas. Não. Há um longo início da sentença onde Moro tenta dizer ser imparcial para julgar Lula, se defendendo de atos como a condução coercitiva do ex-presidente, e a divulgação de telefonemas de sua família e de uma conversa grampeada ilegalmente entre Lula e Dilma.
Quando entra nas supostas provas documentais, Moro e a Globo listam um documento rasurado e um sem assinatura, ambos sem nenhum valor legal. O documento assinado e legal é do apartamento 141, que sempre foi devidamente declarado no imposto de rede do casal. A Globo não mostrou a escritura do apartamento 164-A, que está no nome da empresa OAS Empreendimentos, que construiu o prédio, nem a listagem desse apartamento como bem da empresa na recuperação judicial da companhia. Ou seja, o apartamento é propriedade da empresa, que era dono de qualquer apartamento não vendido.
Além disso os advogados provaram com documentos que os direitos econômicos e financeiros do tríplex estão vinculados, de forma específica, a financiamento junto a fundo gerido Pela Caixa econômica federal. Será dos credores da OAS, não de Lula, que Moro confiscara o imóvel. A propriedade (da OAS) e os direitos econômicos (do fundo FI-FGTS) não se confundem com a hipoteca do imóvel citada na matéria e provam que ele não é do ex-presidente Lula ou sua família, que cogitaram comprá-lo mas não o fizeram. A Globo cita o documento para parecer que ele foi contestado pelo juiz, mas nem a matéria, nem o juiz o contestam na sentença. Das provas periciais, a perícia da Polícia Federal do documento rasurado mostrado na matéria não indica quem fez a rasura ou quando.
A Globo seleciona trechos de depoimentos da testemunha Mariuza Aparecida da Silva Marques e do réu absolvido Roberto Moreira, ignorando trechos mais fortes e concretos dos mesmos depoimentos que provam que a família de Lula jamais teve as chaves do imóvel, citando ao invés disso opiniões subjetivas da testemunha Mariuza, que não cabem em depoimento. Mariuza confirma que o apartamento é da OAS, o que foi ignorado por Moro.

PSOL e Rede vão ao STF contra o mensalão de Temer na CCJ

 
247 - O PSOL e a Rede Sustentabilidade protocolaram, cada um, representações na Procuradoria-Geral da República (PGR) nesta segunda-feira 17 pedindo para que o órgão investigue se Michel Temer comprou votos na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.
O objetivo de Temer foi barrar a denúncia de corrupção passiva contra ele, que acabou sendo rejeitada pelo colegiado, após a troca de diversos parlamentares que eram titulares da comissão e favoráveis à admissibilidade da denúncia.
Segundo a ONG Contas Abertas, o governo liberou emendas parlamentares a deputados pró-Temer em um total de R$ 134 milhões. Para Chico Alencar (PSOL-RJ), que assinou o documento do PSOL, apesar de negociações e acordos fazerem parte da política institucional, "existem limites que precisam ser preservados", em nome do interesse público. Leia aqui a ação do partido.
Fazendo de tudo para se manter no poder, Temer fez também promessas de cargos a aliados que participaram da votação após ocuparem a vaga de deputados titulares que eram a favor do prosseguimento da denúncia.
O deputado Alessandro Molon (RJ) e o senador Randolfe Rodrigues (AP) assinam a representação da Rede. "A ação do Poder Executivo, além de ser empreendida em desvio de finalidade, tem como objetivo obstruir a instauração do processo contra o presidente da República perante o Supremo Tribunal Federal (STF), configurando hipótese clara de obstrução à Justiça", afirmam os parlamentares na representação.
Sobre as emendas, Temer disse por meio de nota ser "absolutamente normal" gastar R$ 15 bilhões para se defender na CCJ. "O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão esclarece que a liberação de recursos para municípios trata-se de procedimento absolutamente normal. Tais recursos serão utilizados obedecendo a critérios como seleção pública e avaliação de risco de crédito, entre outros", declarou, em resposta ao Globo (leia aqui).
Segundo levantamento do jornal O Globo, que levou em consideração apenas verbas específicas anunciadas em cerimônias, no primeiro semestre de 2017 Temer ordenou investimentos de aproximadamente R$ 96 bilhões para aliados. Só em dois dias o peemedebista liberou quase um sexto do valor total dos últimos meses, sem considerar os R$ 190 bilhões do Plano Safra, cuja liberação é obrigatória.

"Lula foi condenado pela 2ª vez no tribunal da Globo"

 
por Ricardo Amaral, via Jornal GGN
A matéria do Fantástico (16/07) sobre a sentença do juiz Sergio Moro confirma a sórdida aliança entre a Rede Globo e a Operação Lava Jato para atacar o ex-presidente Lula. Em 13 minutos de massacre midiático, a Globo tentou empurrar ao público uma grande mentira: a de que a sentença teria sido baseada em provas, não apenas em teses dos procuradores e convicções do juiz.
O esforço de propaganda não muda a realidade: Lula foi condenado sem provas. A defesa demonstrou que o tríplex do Guarujá sempre pertenceu à OAS e tem seus direitos econômicos alienados a um fundo gerido pela Caixa. E a acusação não provou qualquer relação entre Lula e os desvios da Petrobrás, algo ignorado tanto pela sentença quanto pelo Fantástico.
Mas a Lei de Moro baseia-se fundamentalmente em condenar por meio das manchetes, não do Direito. A Globo sabe que a sentença é frágil e não deve prosperar em instâncias mais sérias do Judiciário; a não ser que seja amparada por uma forte campanha de mídia. Por isso armou seu próprio Tribunal, que absolve Moro de seus muitos erros e condena Lula sem apelação.
O Tribunal da Globo funciona como um espetáculo de ilusionismo. O mágico usa uma série de truques para distrair a plateia (cortinas de fumaça, jogos de luz, dançarinas, tambores) e, ao final, o que não era passa a existir no palco, pois as mãos do mágico são mais rápidas que os olhos da plateia.
No Fantástico, o truque do mágico é distrair o público lançando ao palco o contrato regular com a cooperativa que iniciou o projeto (não com a OAS), um papel rasurado (por quem?) e sem assinatura, um par de notas fiscais da loja de móveis, as falas de 2 réus que contradizem 73 testemunhas; é ocultar a defesa de Lula para encerrar o número com seu veredito ilusório.
A matéria não mostra nada que prove, de fato, que o apartamento foi dado a Lula ou que ele tenha recebido qualquer vantagem, em dinheiro ou de outra forma. Nada que o relacione aos desvios da Petrobrás. Mas na falta de material substantivo, o Tribunal da Globo emprega adjetivos para sentenciar que há provas "documentais, periciais e testemunhais".
O Fantástico valeu-se, mais uma vez, dos recursos narrativos, visuais e dramáticos que caracterizam o jornalismo de guerra da Globo. A palavra dos repórteres e apresentadores (só aparentemente neutra) é reforçada pela reprodução de trechos da sentença, de modo a aumentar artificialmente sua credibilidade.
A narrativa contra Lula é sobreposta por imagens da fachada do prédio, fotos internas do apartamento, cenas de prisão e de depoimentos, imagens fora de contexto do próprio Lula e de dona Mariza. São cenas da vida real utilizadas para embalar o enredo de ficção que se quer transmitir ao público.
Dois "especialistas" são chamados a interpretar unilateralmente a sentença, poupando repórteres e locutores do serviço mais sujo. Ganharam seu minutos de glória e garantiram vaga na longa lista de comentaristas amestrados da imprensa. A Globo, naturalmente, não mostrou "especialistas" que pensam diferente de Moro.
A fala do advogado de Lula, encaixada ao final da matéria e sem direito a recursos cênicos, torna-se mera formalidade após dez minutos de convencimento do público por meio de "provas", imagens e falas dos "especialistas". Na Globo, o jornalismo de guerra dá-se ao requinte de registrar o "outro lado", mas só depois que a vitória parece assegurada.
O Tribunal da Globo condenou Lula pela segunda vez, ignorando as provas de sua inocência e antecipando o que espera ser a decisão dos tribunais superiores. O truque do Fantástico será repetido mil vezes, até que a mentira se pareça com uma verdade, completando o ciclo midiático-judicial da Lei de Moro.
A intenção da Globo é convencer o público de que Lula está fora do jogo eleitoral, sem aguardar o pronunciamento das instâncias superiores. Esperam colher o resultado nas próximas pesquisas. Mas mesmo que elas apontem perda de intenção de voto, Lula permanece vivo e representa o mais forte sentimento das ruas: o desejo de mudança, para que o país volte a crescer e gerar empregos.
Por isso, em outra frente, editoriais e colunistas da Globo pressionam o Judiciário a acelerar o processo e antecipar o desfecho da longa caçada ao ex-presidente Lula. Afinal, quem pode prever como estarão o país e as pesquisas daqui a um ano? Qual o nome, qual o projeto que os golpistas terão para apresentar até lá? Não tenho dúvidas: o Tribunal da Globo continuará em sessão até conseguir tirar Lula das eleições, ou até ser derrotado pelo voto popular.

Usemos a espada do discernimento para eliminar o mal!

Temos de ter a prudência do Espírito e usar a espada para não permitirmos que a força do mal predomine naquilo que nós estamos fazendo. "Não penseis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer a paz, mas sim a espada" (Mateus 10, 34).
As palavras do Mestre Jesus, ao cair em nosso coração, num primeiro momento, podem até causar certa estranheza, pois Ele é o príncipe da paz. Mas quando Ele diz que não veio trazer a paz, não se refere à paz que nós conhecemos, fruto do Espírito Santo, que é tão necessária para a nossa alma.
Há uma certa ilusão, um certo engano em relação à paz. Algumas pessoas acham que ter paz é estar tudo OK, estar tudo muito bem, não se preocupar com nada, deixar a vida andar do jeito que está. Essas pessoas não entram em conflito com ninguém nem deixam as coisas acontecerem.
Pense, chega alguém para fazer algo errado na sua casa e você diz: “Não entrarei em conflito com ele”. É óbvio que você vai se levantar para proteger sua casa, sua família, pois está entrando coisas erradas na sua casa. Você não pode ficar de braços cruzados dizendo: “Eu sou da paz”, isso não é ser da paz, pelo contrário, isso é entregar-se a um espírito muito errado e perverso do conformismo com as coisas erradas.
O Senhor diz que Ele não veio trazer essa paz, esse lema de “paz e amor” que usam por aí: “Eu quero viver a paz e o amor com todo mundo”. Temos que viver a paz uns com os outros, temos de amar uns aos outros, mas isso não significa aceitar tudo que é errado, não quer dizer que eu vá abraçar tudo o que vem do outro, só para ficar tudo bem. Mesmo na casa em que nós vivemos, se você vive numa casa onde o irmão, o filho, o pai, a mãe trazem algo que não vai edificar, que não será para o bem daquela casa, é preciso usar a espada do Espírito.
Usar a espada do Espírito não é criar guerra, conflito, brigar uns com os outros. Não é essa espada! A espada do Espírito é a espada do discernimento.
Você pega uma manga, mas um pedaço dela está estragado, você pega a espada e corta, joga aquela parte estragada fora, porque se não ela vai estragar toda a manga, isso vale para outros frutos. Precisamos logo cortar, porque, se demorarmos, o mal cresce e estraga tudo.
Muitas coisas estragaram em nossa casa, na nossa família, na nossa sociedade, na igreja em que estamos, porque não usamos a espada do discernimento, da sabedoria, da prudência para eliminar aquilo que não convém, que não vai edificar, aquilo que não é do Espírito que traz a verdadeira paz.
No mundo, há muitas coisas que são ervas daninhas, que crescem e depois fazem mal; temos de cortá-las, senão estragam toda a plantação. Por isso o Senhor está nos dizendo que não podemos ficar na passividade, aquela que aceita tudo e está em conforme com tudo.
Temos de ter a prudência do Espírito e usarmos a espada para não permitirmos que a força do mal predomine naquilo que nós estamos fazendo. É essa graça, essa divisão, essa separação que Jesus veio fazer no meio de nós. Ele quer que façamos essa divisão, para que, assim, possamos viver a paz e o amor no meio de nós.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo