04 março 2016

Com PF ainda nas ruas, PSDB defende o golpe

Divulgação: Imbassahy, 14º, 15º, salários, fim, voto secreto 
O líder do PSDB na Câmara, deputado federal Antonio Imbassahy (BA) , afirmou que a 24ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Aletheia, e que tem o foco centrado em cima do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus familiares, "pode ser definitivamente o começo do fim". Segundo o parlamentar, ação da Polícia Federal comprova a necessidade da realização de novas eleições presidenciais.
"Está confirmado que o processo democrático foi violado e que perdemos a eleição para uma organização criminosa. O caminho correto é uma nova eleição presidencial", disse.
"Acredito que a PF, pelos antecedentes da Lava Jato, não entraria na casa do Lula se não tivesse material mais que suficiente para fundamentar a execução dessa operação. É uma ação de elevada consequência. Pode ser definitivamente o começo do fim", destacou o tucano.
A Operação Aletheia foi deflagrada no início da manhã desta sexta-feira (4). Agentes da PF cumpriram mandados de condução coercitiva no prédio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula foi levado para prestar depoimento em local não informado pela PF. A operação acontece em São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário