27 janeiro 2017

Ministro da Educação usa cargo para fazer campanha em Pernambuco

Wilson Dias/Agência Brasil 
 Cotado para concorrer ao governo de Pernambuco em 2018, o ministro da Educação, Educação, Mendonça Filho (DEM) teve no Estado praticamente um em cada cinco cinco dias com agendas oficiais em 2016. Em seus primeiros seis meses e meio no cargo pela gestão Michel Temer, ele passou quase um mês por lá; dos 152 dias com agendas oficiais, 98 foram no Distrito Federal, onde fica a pasta. Dos Estados, nenhum foi mais privilegiado do que Pernambuco –alvo de 27 dos demais 54 compromissos de Mendonça Filho ou, se incluídos os eventos em Brasília, 18% do total. Em São Paulo, por exemplo, segundo destino mais recorrente, houve dez agendas.
As informações são de reportagem de Paulo Saldaña na Folha de S.Paulo. 
"Antes de virar ministro e ser cotado ao governo pernambucano, Mendonça Filho foi eleito deputado federal. É também a principal liderança do DEM no Estado. Ele negou à Folha que esteja priorizando ações em seu Estado de origem como forma de intensificar a agenda política (leia mais abaixo).
O ministro mandou abrir, em 16 de setembro, um escritório do MEC no Recife, facilitando sua permanência. Com exceção de uma agenda em uma quinta, os outros compromissos em seu Estado ocorreram às sextas ou segundas, permitindo emenda com os finais de semana.
Em 17 oportunidades, Mendonça Filho se deslocou com aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) para chegar ao Recife ou sair de lá. Um decreto de 2015 veta que ministros usem aviões da FAB para ir às suas casas sem justificativa".

Nenhum comentário:

Postar um comentário