06 maio 2017

Lula: estou mais preocupado com a classe trabalhadora do que com o que pode acontecer comigo Foto: Filipe Araújo Durante discurso no Congresso do PT em São Paulo, ao lado do ex-presidente uruguaio Pepe Mujica, o ex-presidente Lula declarou que tem se preocupado mais com a classe trabalhadora brasileira do que com o que pode acontecer com ele; Lula bateu duro nas reformas do governo Temer: "Eles estão rasgando todas as nossas conquistas desde 1943"; sobre a Lava Jato, disse que os investigadores "já estão com a tese pronta" contra ele, não importa o que ele diga ao juiz Sergio Moro na semana que vem em Curitiba: "O PT é uma organização criminosa, o Lula montou o governo para roubar, o Lula era o chefe"; o ex-presidente disse que, embora tenha 71 anos, está com energia de 30; "Eles conseguiram aflorar em mim uma coisa que pensei que já tinha passado", declarou, sobre ser candidato à presidência novamente; "O Lula que eles queriam destruir parece um pé de mandacaru. Não precisa de muita água. Não preciso de muita imprensa", disse 5 de Maio de 2017 às 22:20 // 247 no Telegram Telegram // 247 no Youtube Youtube 247 - O ex-presidente Lula afirmou na noite desta sexta-feira 5, em discurso durante a etapa paulista do 6º Congresso do PT, que tem se preocupado mais com a classe trabalhadora brasileira do que com o que pode acontecer com ele próprio. Lula bateu duro nas reformas trabalhista e da Previdência do governo Temer, e alertou os presentes que a terceirização, ao contrário do prometido pelo governo, não vai criar mais empregos. Ele criticou ainda a proposta do deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT), da bancada ruralista da Câmara, que abre a possibilidade de o trabalhador rural receber alimentação e moradia em vez de salário. "Se a gente não se rebelar contra isso, quem vai pagar o pato é o pobre trabalhador, que muitas vezes nem sabe o que tá acontecendo". "Eles estão rasgando todas as nossas conquistas desde 1943", completou. Sobre a Lava Jato, disse que os investigadores já "têm uma tese pronta" contra ele, e que não importa a versão que ele dê para o juiz Sergio Moro, no depoimento que prestará na próxima semana em Curitiba. "Eles já estão com a tese pronta: o PT é uma organização criminosa, o Lula montou o governo para roubar até quando ele saísse, o Lula era o chefe", disse Lula. Lula também criticou as prisões preventivas de líderes petistas, como José Dirceu, que foi solto nesta semana, e Antonio Palocci. "Mais grave que a prisão dessas pessoas é a destruição que eles fazem com a opinião pública. Não importa se é verdade, é preciso castigar", afirmou. "Vocês estão tentando destruir a pessoa que mais combateu a corrupção nesse país", acrescentou, em referência a ele mesmo. O ex-presidente disse que, embora tenha 71 anos, está com energia de 30. "Eles conseguiram aflorar em mim uma coisa que pensei que já tinha passado", afirmou, sobre ser candidato à presidência novamente. "Eu devo isso a vocês", acrescentou. "O Lula, que eles queriam destruir, parece um pé de mandacaru. Não precisa de muita água. Não preciso de muita imprensa", assegurou. by Taboola Sponsored Links Recomendado para você "Emagreci 10kg em 2 meses", depõe esposa de militarRevista Detox Descubra porque você não aprende tocar violão. Faça o Teste!Aprendendo Violão O real motivo porque mulheres em Macau não emagrecem!Plano Detox Muitos tem direito. Lei garante isenção vitalícia de IPVA. Con…Jornal Volante A conta bancária do Michael Jordan irá chocar vocêPressroomVIP Confira as 6 atrizes que Hollywood não quer mais escalarBetter Deals Siga-nos no Google+ Curta No Facebook Compartilhe! Enviar por E-mail Imprimir 414 Comentários AS MAIS COMPARTILHADAS Em fúria, Lindbergh avisa: vamos ganhar com Lula e vamos pra cima da Rede Globo Lula: “eles deram um golpe para fazerem um país onde só eles cabem” Maluf sobre imóvel atribuído a Lula: “Aquilo não é um tríplex, são três ‘Minha Casa, Minha Vida'” Social Monitor Matérias Relacionadas Lula: “Não sinto ódio do Duque, sinto pena”469 Temer sinaliza apoio ao golpe dentro do golpe336 Fachin revolta STF e Palocci entra com habeas corpus para ficar na segunda turma37 Delatado por US$ 40 mi, Temer diz que recolheu valor insignificante180 Fachin levará casos polêmicos da Lava Jato ao plenário do STF21 Ação de Palocci deve dividir o Supremo19 Comentários 414 Comentários em "Lula: estou mais preocupado com a classe trabalhadora do que com o que pode acontecer comigo" Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247 247 faz apelo por debate responsável na internet capa TV 247 Poder Brasil Mundo Economia Cultura Mídia Saúde 247 Oásis Blog e Colunas Seu Dinheiro Empreender Esporte Livraria 247 Revista Brasil 247 Últimas notícias mais+ Regionais: Alagoas 247 Bahia 247 Brasília 247 Ceará 247 Goiás 247 Maranhão 247 Minas 247 Paraná 247 Pernambuco 247 Rio 247 Rio Grande do Sul 247 SP 247 Sergipe 247 Tocantins 247 5 de Maio de 2017 Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana Quem somos © Todos os direitos reservados - Brasil 247

Foto: Filipe Araújo 
O ex-presidente Lula afirmou na noite desta sexta-feira 5, em discurso durante a etapa paulista do 6º Congresso do PT, que tem se preocupado mais com a classe trabalhadora brasileira do que com o que pode acontecer com ele próprio.
Lula bateu duro nas reformas trabalhista e da Previdência do governo Temer, e alertou os presentes que a terceirização, ao contrário do prometido pelo governo, não vai criar mais empregos.
Ele criticou ainda a proposta do deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT), da bancada ruralista da Câmara, que abre a possibilidade de o trabalhador rural receber alimentação e moradia em vez de salário.
"Se a gente não se rebelar contra isso, quem vai pagar o pato é o pobre trabalhador, que muitas vezes nem sabe o que tá acontecendo". "Eles estão rasgando todas as nossas conquistas desde 1943", completou.
Sobre a Lava Jato, disse que os investigadores já "têm uma tese pronta" contra ele, e que não importa a versão que ele dê para o juiz Sergio Moro, no depoimento que prestará na próxima semana em Curitiba.
"Eles já estão com a tese pronta: o PT é uma organização criminosa, o Lula montou o governo para roubar até quando ele saísse, o Lula era o chefe", disse Lula.
Lula também criticou as prisões preventivas de líderes petistas, como José Dirceu, que foi solto nesta semana, e Antonio Palocci. "Mais grave que a prisão dessas pessoas é a destruição que eles fazem com a opinião pública. Não importa se é verdade, é preciso castigar", afirmou. "Vocês estão tentando destruir a pessoa que mais combateu a corrupção nesse país", acrescentou, em referência a ele mesmo.
O ex-presidente disse que, embora tenha 71 anos, está com energia de 30. "Eles conseguiram aflorar em mim uma coisa que pensei que já tinha passado", afirmou, sobre ser candidato à presidência novamente. "Eu devo isso a vocês", acrescentou. "O Lula, que eles queriam destruir, parece um pé de mandacaru. Não precisa de muita água. Não preciso de muita imprensa", assegurou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário